Policial penal lotado no Presídio de Guanhães morre após atirar acidentalmente contra a própria perna, em Governador Valadares

Policial penal lotado no Presídio de Guanhães morre após atirar acidentalmente contra a própria perna, em Governador Valadares
Foto: Reprodução G1

O policial penal Ronaldo de Oliveira Barrozo, de 46 anos, lotado no Presídio de Guanhães morreu após disparar acidentalmente contra a própria perna, em Governador Valadares, nesse domingo (31).

Segundo a Polícia Militar, Ronaldo estava em uma festa junina, e foi atingido quando ajustava a arma na cintura. Pessoas que estavam no local improvisaram um torniquete para evitar a perda de sangue. O Samu foi acionado e socorreu o homem para o hospital, mas ele morreu depois de dar entrada na unidade de saúde.

A arma do policial penal, modelo PT 100 calibre 40 foi apreendida. A perícia da Polícia Civil esteve no local investigando o caso.

Ronaldo deixa dois filhos, de 06 e 08 anos.

Por Folha com informações G1/PM/ 8 DRPP

Foto: Reprodução G1