Primeira medalha do Brasil na Paralimpíadas em Tóquio é de paciente do Centro de Reabilitação de Diamantina

Primeira medalha do Brasil na Paralimpíadas em Tóquio é de paciente do Centro de Reabilitação de Diamantina
Divulgação Gilmara Paixão

Nesta semana, Gabriel Araújo, paciente do Centro Especializado de Reabilitação de Diamantina, foi o primeiro medalhista do Brasil na Paralimpíadas de Tóquio, no Japão. Ele conquistou a medalha de prata nos 100m costas na classe S2, natação, durante a final que ocorreu no dia 25 de agosto e foi transmitida pelo canal da sportv.

Na imagem divulgada, Gabriel utiliza a cadeira de rodas motorizada fornecida pelo SUS – Sistema Único de Saúde, através do CER Diamantina, adaptada pela equipe técnica e multidisciplinar da instituição, que é filial do Hospital Nossa Senhora da Saúde.

De acordo com informações fornecidas na página da jornalista Gilmara Paixão, a adaptação foi feita de forma a atender as necessidades do atleta, tornando-o mais independente, contribuindo e possibilitando melhor acesso, inclusive em seus treinamentos.

Parabéns Gabriel Araújo!

Fonte: Jornalista Gilmara Paixão