Dia do Trabalhador tem protestos contra e a favor de Bolsonaro em BH e região

Grupos se reuniram na praça Tiradentes, em BH, e na praça da Cemig, em Contagem, para protestar Por FELIPE CASTANHEIRA 01/05/21

Dia do Trabalhador tem protestos contra e a favor de Bolsonaro em BH e região
Em BH (à esq.) grupos favoráveis ao presidente fizeram ato, enquanto o grupo contrário se reuniu em Contagem Foto: João Godinho/O TEMPO

O Dia do Trabalhador teve protestos contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro em Belo Horizonte e região metropolitana. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), realizaram um ato na área central de Belo Horizonte neste sábado (1º).

Apoiadores do presidente participam de um ato nesta manhã na capital, que começou na praça Tiradentes às 10h e segue para a praça Sete, ocupando a pista da Afonso Pena que leva ao centro da cidade.

Com bandeiras do Brasil e roupas verde e amarelas, os manifestantes carregam faixas de apoio a Bolsonaro, várias delas com os dizeres "Eu autorizo presidente".

A frase faz referência à recente fala de Bolsonaro sobre aguardar apenas um sinal da população para intervir de forma mais radical na política brasileira.

No ato, os apoiadores do presidente também entoaram cantos como "a nossa bandeira jamais será vermelha" e gritos de "mito".

Todas as faixas da pista que desce a Afonso Pena foram fechadas pelos manifestantes em vários momentos. O ato foi convocato pelos grupos Direita Minas, Grupo Brasil Conservador, Mães Direitas, Movimento Conservador Brasileiro e brOS brasileirOS.

Praça da Cemig

Na praça da Cemig, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, houve protesto contra Bolsonaro.

Com carro de som e faixas, manifestantes culparam o presidente pelas 400 mil mortes por Covid no Brasil e pediram o impeachment de Bolsonaro.