Com auxílio emergencial, inadimplência segue em queda em dezembro, diz CNC

Também foi menor a parcela das famílias que afirmaram não ter como pagar suas dívidas

Com auxílio emergencial, inadimplência segue em queda em dezembro, diz CNC

 

Por FOLHAPRESS

 

A inadimplência dos consumidores registrou em dezembro sua quarta queda mensal consecutiva e chegou a 25,2%, recuo de 0,5 ponto percentual, de acordo com índice da CNC (Confederação Nacional do Comércio). Também foi menor a parcela das famílias que afirmaram não ter como pagar suas dívidas, caindo de 11,5% em novembro para 12,2% no último mês.

Segundo a economista da CNC Iziz Ferreira, fatores como o auxílio emergencial e a maior carência aplicada pelos bancos nos empréstimos feitos nos últimos meses ajudaram a reduzir as contas atrasadas nas famílias de menor renda desde agosto.